A Cura durante a batalha



Vivemos um momento em que uma grande parcela da população mundial está doente emocionalmente. Vejo seres algemados até o pescoço, que de tanto peso e amarras que carregam muitos estão perdendo a postura natural.

Para onde caminham os seus pés?

Quais lugares você veio descobrir e reinar? Falando em reinar, vivemos em uma época onde muitos procuram seu deus interior, onde cada um é dono de si e de seu destino, onde a única verdade é a própria verdade, onde a figura divina deve ser a própria imagem revelada em um aparelho de mão que gera curtidas e comentários e isso eleva sua vidinha no jogo, plim… plim… plim… ops, mas em algum momento as coisas se tornam finitas e as curtidas acabam e todos precisam procurar um novo cenário de aplausos e vaidade, um palco aéreo andante em trilhos invisíveis, mas indispensáveis aos seres intelectualmente subordinados a si e as mensagens de um mundo que não é o seu verdadeiro lar, é apenas o caminho, a passagem, o meio para chegar a um lado ou a outro…

Em que lugar você deseja estar?

Caminhando alguém tropeçou em mim e nem ao menos pediu desculpas, olhei indignada, mas ao mesmo tempo meu coração se partiu ao ver que em seus olhos haviam vendas em chamas, e será que é apenas isso que aquela vida está vivendo e vendo? Quantas vezes julgamos alguém por impulso sem ao menos saber o que está em seus olhos, podem ser chamas, lama, escuridão, medos, tristeza, infelicidade… estamos sendo tão efêmeros ao passar por essa linha invisível, que nem somos capazes de sentir a presença presente daqueles que estão tão próximos, e visíveis, mas que nossas próprias vendas não nos deixam enxergar.

A nossa única cura está nos céus, está em não olhar somente a palma de sua própria mão, mas apoiar teus joelhos no chão, estender seu olhar e mãos aos céus, e elevar seu coração a Deus. Precisamos entregar nossas vidas e almas a Deus, compreender que buscar sentido na vida sem o Criador orientando não há chances de felicidade, porque a felicidade está em se descobrir filho do Criador de todas as coisas, e nesse encontro que você se encontra, e se encontrando você se cura.

A cura não está nas palmas de suas mãos, mas nas suas mãos estendidas aos céus…

Escrito por: Ana Maktub
Copyright © 2019 de Ana Maktub/Café com Terapia. Todos os direitos reservados. Favor, não compartilhar ou copiar sem os devidos créditos.

Um comentário sobre “A Cura durante a batalha

  1. Márcia Alves disse:

    Fantástico seu texto,ou melhor,sua maneira de ver a vida e o próximo!Pois “textos bonitos” “likes” não fazem pessoas melhores,mas quando começamos colocar Deus acima de tudo, reconhecendo nossas fraquezas e sendo gratos pela sua graça,passamos a olhar as pessoas com mais amor, acredito ser esse um ponto chave para sairmos dessa “linha invisível”!!!
    Hoje infelizmente muitas pessoas buscam tantas respostas e soluções,na internet até mesmo na “religiosidade”, vivemos dias difíceis,de sequidão espiritual,onde nosso maior inimigo não tem “chifres” e “calda”,na maioria das vezes nosso inimigo somos nós mesmos,numa luta diária contra nosso orgulho, nossa auto suficiência,em fim é uma lista extensa, que somente com “joelhos ao chão” e mãos “elevadas ao céus” que alcançamos a misericórdia e encontramos respostas e soluções!🙏

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s