O que é real?

Hoje uma amiga me perguntou sobre o meu livro, que está quase pronto #feliz, e ela que sabe um pouco sobre a história, pois é uma das pouquíssimas pessoas que contei sobre, ela me falou que lembrou de um mundo lúdico como o da Alice no país das maravilhas lendo o prefácio e que ela ficou se questionando sobre o que é real nessa vida?… e foi nesse momento que comecei a pensar… que bacana, era nisso mesmo que queria chegar, funcionou, no prefácio ela já se questionou sobre algo que o meu livro intencionalmente nos leva a refletir… então, pergunto… o que é real e o que não é real para você?

Captura de Tela 2017-06-15 às 18.53.44

O livro que mais aprecio é um de um grande professor de matemática do século 19 e que poucos conhecem seu verdadeiro nome, Charles Lutwidge Dodgson, pois é conhecido pelo seu pseudônimo, Lewis Carroll … “eu também uso um pseudônimo”, mas essa não é a questão nesse momento rsrs…

O que é a realidade? Muitos diriam que realidade, é aquilo que se vê e aquilo que se sente…

Por isso, gosto de contar uma história…

O grande mestre taoísta Chuang Tzu, depois de caminhar muito durante um dia ensolarado, deitou-se debaixo de uma amoreira e caiu em um sono profundo.

Começou a sonhar que era uma borboleta, passeando pelos campos que acabara de percorrer, vendo as mesmas coisas que vira durante aquele dia.

Acordou de repente, e disse para si mesmo:

“Estou diante do problema filosófico mais complicado da minha vida. Quem sou eu?”

“Sou um homem que sonhou que era uma borboleta? Ou sou uma borboleta sonhando que transformou-se em um homem?”


O que é realidade?

Na história da Alice, ela cai em um buraco, o que representa um “nascimento”, onde a vida começa, e lá existe medos, existe o coelho que insiste em mostrar que o tempo passa rápido demais, existe uma rainha má que vive cortando cabeças apenas pq deseja realizar suas vontades e mostrar o seu poder, existe muito do que vivemos…

Agora, para refletirmos… antes dela cair nesse buraco ela já não vivia em um mundo real?

O que é real?

Muitas vezes tudo isso parece conversa de loucos, não é? Mas, quem é louco? São os que achamos ser loucos? Ou somos loucos em acreditar que eles são?

Deixem aqui seus comentários, ficarei feliz em recebê-los…

Gratidão,

Anna Maktub.

Vídeo Recomendado:

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: