Sejamos Quentes

Hoje o dia amanheceu tão frio,
Eu fui aquecer as minhas mãos,
Não sentia as pontas dos dedos,
E então Ele me trouxe a inspiração…

Vem sol, pois quanto mais longe do calor
mais frios ficamos, e nos tornamos insensíveis,
Vem Pai, só o Senhor é caminho, o amor,
e com a Tua presença mais quente ficamos,
Vem, nos ilumine com todo o Seu resplendor,
Somos a geração que se levantará para a Sua glória

Ah, como sonhamos em ver a Tua face Pai,
derrame seu espírito santo sobre nós, e habite em nós…

Que a nossa vida, seja a Sua vida,
e que em nós todos possam Te ver,
E querer a sua habitação também…

Que em nosso andar possamos deixar o rastro da sua bondade,
e quando olharmos para trás haja muitas sementes plantadas,
Porque o Sol da Sua presença nos aquece e nos faz caminhar
em uma só direção, regando terras férteis…

Ah, como sonhamos em ver a Tua face Pai,
derrame seu espírito santo sobre nós, e habite em nós…

Quem sou…

Naqueles dias eu estava caminhando em busca do sol,
A minha vida buscava uma luz para sair da escuridão,
Os sentidos das coisas eram ocultos e eu procurava respostas,
Eu observava imagens e interpretava desenhos de carvão.

Mas, eu sabia que existia algo além de tudo aquilo que eu vivia,
eu estava dentro de uma armadura pesada e resistente
e usava uma máscara agradável aos olhos de quem a via
porém, eu sentia o peso de todo aquele muro de ferro,
muro que eu mesma contruí.

Eu me ajoelhei e me rendi ao mistério que me buscava
e naquele instante eu vi o muro sendo derrubado,
minha armadura se desfez e minha máscara caiu no chão.

Eu senti meu corpo flutuar e meu coração ser tirado do meu peito
eu morri, mas no mesmo instante renasci, um novo coração estava em mim,
esse coração reagiu diferente a tudo em minha volta, até a minha visão mudou…

O que aconteceu naquele instante? O que aconteceu comigo?
O Leão de Judá enfiou as suas garras em minha pele e arrancou
todo vestígio de quem eu achava que era, e ao mesmo tempo me restaurou,
me fez um novo ser…

Jesus tira os dragões de suas cavernas cheias de tesouros mundanos
e transforma a sua imagem, leões e leoas corajosos, que lutam pelo reino,
que rugem para espalhar o evangelho, que rasgam peles de dragões até que
se tornem a imagem de Deus, até que se tornem verdadeiros, até que percebam
que vivemos no modo teste, um sonho quase real que nos capacita para chegar
do outro lado do horizonte onde o reino do Pai espera pelos seus filhos.

Que estejamos prontos para ser restaurados todos os dias, prontos para largar máscaras, armaduras e passados, para viver o presente teste de transformação, esse teste é dolorido,
é preciso sentir as garras rasgarem a sua pele e seu coração corrompido, mas assim como
um espinho na pele, quando está sendo tirado dói, mas a sensação de se livrar dele é incrível.

Lembre-se porque você chorou quando nasceu, nos tiraram dos braços do pai, e por isso não falamos, imagina se pudêssemos contar aonde estávamos e o segredos combinados com Ele?

Mas, quando entramos nesse mundo nossas memórias vão sendo esquecidas para criarmos
novas memórias, e depois precisamos resgatar a memória inicial… esse é o teste… é quando
reencontramos Jesus que redescobrimos quem realmente somos…

Seja quem você veio para ser… sejamos aquilo que Deus sonhou para nós…

Seja feita a Tua vontade, assim na terra como no céu…

amém…

Ana Maktub

A Cura durante a batalha



Vivemos um momento em que uma grande parcela da população mundial está doente emocionalmente. Vejo seres algemados até o pescoço, que de tanto peso e amarras que carregam muitos estão perdendo a postura natural.

Para onde caminham os seus pés?

Quais lugares você veio descobrir e reinar? Falando em reinar, vivemos em uma época onde muitos procuram seu deus interior, onde cada um é dono de si e de seu destino, onde a única verdade é a própria verdade, onde a figura divina deve ser a própria imagem revelada em um aparelho de mão que gera curtidas e comentários e isso eleva sua vidinha no jogo, plim… plim… plim… ops, mas em algum momento as coisas se tornam finitas e as curtidas acabam e todos precisam procurar um novo cenário de aplausos e vaidade, um palco aéreo andante em trilhos invisíveis, mas indispensáveis aos seres intelectualmente subordinados a si e as mensagens de um mundo que não é o seu verdadeiro lar, é apenas o caminho, a passagem, o meio para chegar a um lado ou a outro…

Em que lugar você deseja estar?

Caminhando alguém tropeçou em mim e nem ao menos pediu desculpas, olhei indignada, mas ao mesmo tempo meu coração se partiu ao ver que em seus olhos haviam vendas em chamas, e será que é apenas isso que aquela vida está vivendo e vendo? Quantas vezes julgamos alguém por impulso sem ao menos saber o que está em seus olhos, podem ser chamas, lama, escuridão, medos, tristeza, infelicidade… estamos sendo tão efêmeros ao passar por essa linha invisível, que nem somos capazes de sentir a presença presente daqueles que estão tão próximos, e visíveis, mas que nossas próprias vendas não nos deixam enxergar.

A nossa única cura está nos céus, está em não olhar somente a palma de sua própria mão, mas apoiar teus joelhos no chão, estender seu olhar e mãos aos céus, e elevar seu coração a Deus. Precisamos entregar nossas vidas e almas a Deus, compreender que buscar sentido na vida sem o Criador orientando não há chances de felicidade, porque a felicidade está em se descobrir filho do Criador de todas as coisas, e nesse encontro que você se encontra, e se encontrando você se cura.

A cura não está nas palmas de suas mãos, mas nas suas mãos estendidas aos céus…

Escrito por: Ana Maktub
Copyright © 2019 de Ana Maktub/Café com Terapia. Todos os direitos reservados. Favor, não compartilhar ou copiar sem os devidos créditos.

Ouça o Pai-Nosso nesta incrível versão em dialeto africano

Porque todos os povos são chamados a glorificar o Senhor

No ano de 2005 foi lançado o jogo Civilization IVI, que contava com uma música composta especialmente para o jogo, intitulada “Baba Yetu”.

Composta por Christopher Tin, a canção fez história em 2011 ao ser a primeira obra composta para um videogame a ganhar um Grammy. O que passa despercebido por muitos é que Baba Yetu é, na verdade, a oração do “Pai Nosso” cantada no idioma Suaíli.

Recentemente, Alex Boyé – filho de nigerianos e nascido em Londres – gravou uma versão da canção para seu canal no YouTube; o resultado é de arrepiar e você confere abaixo junto com a letra e sua tradução:

Pai Nosso

Pai Nosso que estás
no Céu, nosso, nosso, amém
Nosso, nosso Pai, que está no Céu
Glorifiquemos Teu nome

Pai Nosso que estás
no Céu, nosso, nosso, amém
Nosso, nosso Pai, que está no Céu
Glorifiquemos Teu nome

Dá-nos hoje nosso pão
Perdoa hoje as
nossas ofensas, hey
Assim como perdoamos aqueles
que nos tem ofendido, não nos deixa
cair em tentação, mas
no salva; com Ele, para todo sempre

Pai Nosso que estás
no Céu, nosso, nosso, amém
Nosso, nosso Pai, que está no Céu
Glorifiquemos Teu nome

Pai Nosso que estás
no Céu, nosso, nosso, amém
Nosso, nosso Pai, que está no Céu
Glorifiquemos Teu nome

Venha a nós o teu reino e seja
feita tua vontade, na terra e no Céu, amém

Pai Nosso que estás
no Céu, nosso, nosso, amém
Nosso, nosso Pai, que está no Céu
Glorifiquemos Teu nome

Pai Nosso que estás
no Céu, nosso, nosso, amém
Nosso, nosso Pai, que está no Céu
Glorifiquemos Teu nome

Dá-nos hoje nosso pão
Perdoa hoje as
nossas ofensas, hey
Assim como perdoamos aqueles
que nos tem ofendido, não nos deixa
cair em tentação, mas
no salva do perigo para sempre

Pai Nosso que está no Céu
Glorificado seja Teu nome

Pai Nosso que está no Céu
Glorifiquemos Teu nome

Baba Yetu

Baba yetu, yetu uliye
Mbinguni yetu, yetu, amina
Baba yetu, yetu, uliye
M jina lako e litukuzwe

Baba yetu, yetu uliye
Mbinguni yetu, yetu, amina
Baba yetu, yetu, uliye
M jina lako e litukuzwe

Utupe leo chakula chetu
Tunachohitaji utusamehe
Makosa yetu, hey
Kama nasi tunavyowasamehe
Waliotukosea, usitutie
Katika majaribu, lakini
Utuokoe, na yule, milele na milele

Baba yetu, yetu uliye
Mbinguni yetu, yetu, amina
Baba yetu, yetu, uliye
M jina lako e litukuzwe

Baba yetu, yetu uliye
Mbinguni yetu, yetu, amina
Baba yetu, yetu, uliye
M jina lako e litukuzwe

Ufalme wako ufike utakalo
Lifanyike duniani kama mbinguni, amina

Baba yetu, yetu uliye
Mbinguni yetu, yetu, amina
Baba yetu, yetu, uliye
M jina lako e litukuzwe

Baba yetu, yetu uliye
Mbinguni yetu, yetu, amina
Baba yetu, yetu, uliye
M jina lako e litukuzwe

Utupe leo chakula chetu
Tunachohitaji utusamehe
Makosa yetu, hey
Kama nasi tunavyowasamehe
Waliotukosea, usitutie
Katika majaribu, lakini
Utuokoe na yule msiba milele

Baba yetu, yetu, uliye (Yetu, amina)
M jina lako e litukuzwe (Baba yetu)

Baba yetu, yetu, uliye (Yetu, amina)
M jina lako e litukuzwe (Baba yetu)

Aprenda a perdoar como José

A história de José, vendido como escravo pelos próprios irmãos (Gênesis capítulo 37) gera muita perplexidade. Como pode ser que pessoas aparentemente normais – os irmãos – tenham cometido ato tão cruel por causa de ciúme do pai , Jacó? Não é fácil de entender. E maior perplexidade ainda causa o fato de José ter conseguido perdoar os irmãos e não guardar rancor, algo tão difícil de vermos acontecer. (Gênesis capítulo 45).

 

josedoegito

Como José conseguiu fazer issoQue lições podemos tirar do seu exemplo para instruir nossas vidas? São essas duas perguntas que vou tentar responder.

José era uma pessoa especial: adolescente carismático e precoce, encantava a todos pela sua inteligência e auto-confiança. Mas, ao mesmo tempo, como é típico dos adolescentes, era egocêntrico – considerava-se o centro da família. E também insensível – nunca se mostrou preocupado com o efeito que seu comportamento arrogante causou nos irmãos. 

É interessante perceber que José sempre despertou sentimentos fortes nas pessoas com as quais conviveu. Era pessoa muito carismática. O pai o amou sem medidas, os irmãos tiveram ciúme intenso dele, a mulher de Potifar apaixonou-se perdidamente por ele e faraó o fez seu favorito, o segundo homem no comando do Egito. 

O relato do Gênesis conta em detalhes a longa jornada de José, desde o momento em que foi ferido emocionalmente pelos irmãos até sua cura emocional. Do sofrimento causado pela traição que sofreu até o perdão dado a seus algozes. 

O momento de perdoar chegou quando os irmãos de José precisaram ir até o Egito (Gênesis capítulo 42) pois a terra onde moravam (Palestina) passava por grande seca e não havia mais alimento para a família de Jacó. O encontro com os irmãos lançou José num furacão emocional: raiva e desejo de vingança, misturados à saudade da família e à vontade de se reunir com o pai e o irmão menor, Benjamim (que não tinha participado do golpe contra ele).

E aí começou um jogo de “gato e rato” entre José e seus irmãos. José simulou um roubo e incriminou os irmãos. E exigiu que os irmãos trouxessem Benjamim à sua presença e fingiu que ia punir o irmão caçula. Na verdade, somente quando os irmãos demonstram estar totalmente vulneráveis e um deles, Judá, até admitiu ficar preso no Egito, em lugar de Benjamim, que José conseguiu perdoar. 

Percebeu naquele momento que passará a ele o papel de provedor e líder da sua família, naquele momento totalmente indefesa (nem comida tinha). A profecia que tinha sido dada a José, ainda na sua adolescência, através de alguns sonhos, enfim se realizara: a família estava totalmente dependente dele. 

Agora, é interessante perceber que a interpretação que José deu a essa profecia mudou ao longo do tempo: quando era adolescente, ficou deslumbrado com a informação que seria a pessoa mais importante da família. Já maduro, percebeu que essa posição de liderança trazia uma enorme responsabilidade em relação à própria família. 

Quando adolescente ele se impressionou com a honra que iria lhe caber, mais tarde percebeu ter herdado uma grande responsabilidade (garantir a sobrevivência da linhagem de Abraão).

Era hora de agir e não mais ficar remoendo mágoas passadas. E José mostrou-se à altura da tarefa. Aqui vale fazer um comentário importante: o ser humano demonstra maturidade quando deixa de perguntar o que as outras pessoas podem  fazer por ele e toma consciência do que ele mesmo pode fazer pelo próximo. Isso ocorre, por exemplo, quando o homem deixa de ser filho e assume o papel de pai. 

Perdoar é ato de obediência ao mandamento que Jesus deixou – afinal, somente seremos perdoados por Deus na medida em que conseguirmos perdoar o próximo. Mas perdoar também é ato que demonstra maturidade. É isso que permite a quem foi ofendido(a) ou prejudicado(a) entender as limitações e as fraquezas das pessoas que lhe causaram mal. 

José conseguiu perdoar porque foi sensível ao mandamento de Deus. Mas também porque conseguiu amadurecer como homem – fez a transição que cada um de nós também precisa fazer em algum momento da vida.

 
“Suportai-vos uns aos outros, perdoai-vos mutuamente, caso alguém tenha motivo de queixa contra outrem. Assim como o Senhor vos perdoou, assim também perdoai vós” (Colossenses 3.13).

Precisamos sim dizer “não”!

tumblr_static_filename_640_v2

A nossa geração, em sua grande parte, é uma geração que está crescendo mimada, que não aceita repreensão, querem facilidades e milagres imediatos em suas vidas, porque aprenderam que são deuses antes de serem filhos de Deus, e não aceitam ser contrariados e precisam ser respeitados pelo que são, mas não respeitam o que os outros desejam ser, não respeitam o planeta, não respeitam a si mesmos…

Nossas crianças estão crescendo acreditando que tudo podem, para preencher um vazio presencial de seus pais, ou mesmo para que eles se calem e silenciem por um momento. O ser humano está tão barulhento com suas vozes internas, que não suportam mais barulho e querem silenciar aqueles que realmente precisam ouvir, começando por Deus.

Nos 10 mandamentos, Deus cita 11 vezes a palavra Não, 11 vezes em 10 mandamentos, e Ele nos diz não porque não nos ama, ou porque não quer nosso bem? Não, não e não, Deus nos diz não porque nos ama, nos quer bem, quer que cresçamos e sejamos SERES HUMANOS de verdade, de alma e corpo consequentemente… o mundo quer te ensinar a ser do mundo, e para ser do mundo você precisa entregar seus filhos para quem? para o mundo… e para entregar os filhos para o mundo, o mundo deseja libertar seus filhos de vocês e da palavra de Deus, por favor, despertem para isso…

Uma criança que cresce sem ouvir o não, será aquele homem que quando a namorada disser não, ele não aceitará; será aquela mulher que quando ouvir um não achará que não é amada e nada mais terá sentido em sua vida, serão aqueles que se decepcionarão mais fácil, por outro lado podem se tornar tiranos porque não aceitam serem contrariados, que se entregarão para os problemas e não saberão o sentido de ser FORTES e SÁBIOS… cuidados meus irmãos, mesmo seguindo o caminho reto já é difícil lutar contra o que mundo quer impor, imagina entregando nosso filhos de bandeja para o mundo?

maxresdefault

Claro que estou ciente que há muitos profissionais ensinando pais como dizer não de uma forma mais amorosa, e acho válido, pois crianças quando ouvem não, tendem a fazer só para contrariar, bem coisa de criança, mas, porque precisamos chegar a esse ponto de dizer não de outra forma? Porque está nos faltando paciência, sabedoria e amorosidade. Pensando nisso te pergunto, o problema está em dizer não, ou está no ser humano moderno cheio de preocupações, estresse, raiva, e que não consegue dizer nada sem ser ríspido, até com os que amam?

É óbvio que não podemos descontar nossas raivas, frustrações e medos em nossos filhos, descarregando nossos estresses e problemas em nossos pequenos, pois isso sim os leva a traumas e problemas psicológicos. Sempre que eles saírem do seu limite, respire profundamente, volte ao seu meio, e peça orientação a Deus, pais queridos pais, precisamos conversar mais com Deus a respeito de nossos filhos e de nossas atitudes, e certamente Deus lhe dará as palavras certas, um não com amor, é muito melhor que procurar outras palavras que eles NÃO irão entender seu significado ou importância, A questão não é dizer não, mas como dizer não… para ensinar, o não pode ser gentil, amoroso, mas não anulado. Não esqueça que o inimigo quer te encher de culpas, e ele quer que acredite que dizer não vai te encher delas e deixar o outro triste, e você é o ser humano que deseja ser feliz e amado, por isso não quer magoar ninguém, principalmente seus filhos, medo de perdê-los para o mundo, mas isso não seria contraditório? …Cuidado quando desejar seguir o caminho mais curto… ele nem sempre te leva ao lugar certo. “Pega-te à correção e não a largues; guarda-a, porque ela é a tua vida.” (Provérbios 4:13).

850_400_tomasaquino_1517418132

Vamos olhar o mundo com mais sabedoria, e menos vitimismo, nos colocamos em uma posição de … Ah, esse mundo é cruel, se não o seguirmos, seremos excluídos, ninguém vai me amar ou aceitar… e você quer ser igual a maioria? você tem medo de ser diferente? você tem medo do único caminho seguro?

O medo é a maior arma do inimigo, é por onde ele pode controlar a sua vida, a sua mente, te desviar, te entristecer, tirar a sua fé, te dar de presente depressão, ansiedade e até mesmo encher seu coração de raiva, rancor, e maldade. Ele é capaz de te colocar no fundo do poço, e você olhando para baixo na posição de vitima, não compreende que para olhar para Deus você precisa estar embaixo sim, de joelhos, mas seus olhos devem olhar em direção ao céu, onde nasce o sol e onde Deus mostra o caminho… as direções no dia vem do sol, a noite das estrelas, e para enxergar a direção você precisa olhar para cima… de quando se acostumar descobrirá que tem asas, e pode voar.

motivacion-madre-e-hija

O mundo te coloca em fila, para seguir um só caminho, mas Deus te fez único e com um propósito especial, para sair dessa fila basta ter fé e acreditar, você é capaz de mudar a sua vida, e se você é pai ou mãe, será o exemplo que seu filho precisa para estar sempre de cabeça erguida perante a escuridão que existe no mundo, a luz só vem do céu, aqui embaixo é artificial…

Filhos de Deus, fomos feitos para ser fortes… e para dizer não e aceitar o não é necessário ser forte e sábio, isso você não aprende com o mundo…

A correção é também um pré-requisito para adquirir sabedoria. “Ouve o conselho e recebe a correção, para que sejas sábio nos teus últimos dias.” (Provérbios 19:20).

 

Escrito por: Anna Maktub.

Deixe seu comentário 🙂

 

 

 

O que fazer nos momentos difíceis da vida (Romanos 12:12)

biblia

Interpretação de Romanos 12:12

O que fazer nos momentos difíceis da vida (Romanos 12:12)

Introdução: Vivemos em um mundo onde temos a impressão que pelo menos dois evangelhos estão sendo pregados; um é o genuíno e o outro é o falsificado. O genuíno tem sua referencia na Palavra de Deus; enquanto que o falso tem sua referencia no homem, nas suas aspirações e projeções sobre o Evangelho, como deveria ser a vida etc.

O Evangelho genuíno de Jesus não exclui lutas, tribulações, açoites, perseguições e dias difíceis para os quais temos que estar preparados. A vida cristã esta longe de ser um mar de rosas de ventos tranqüilos e favoráveis. A vida cristã, como a vida real, não é fácil, é cheia de surpresas (boas e ruins).

Aqui ao longo do capitulo 12, Paulo fala de instruções práticas de como viver a vida cristã a saber: O amor não fingido; Detestar o mal e apegar-se ao bem; amar uns aos outros; ser humildes (Preferindo em honra o outro); Não ser negligentes no Zelo pelas coisas de Deus; Ser fervoroso no Espírito, servindo ao senhor etc. Quando chega no Verso 12 ele nos orienta sobre como vencer os momentos difíceis que certamente se já não chegaram , vão chegar na vida de todos nós.

american-dot-bible-pray-for-bible-ministry-mobile

Aqui temos dois conselhos e um segredo de como vencer os momentos difíceis da vida:

1- “Alegre-se na Esperança” (Fortalecendo o homem interior) – Essa alegria (regozijo) é especial, pois independe das circunstâncias.  Ela não esta condicionada ou limitada á situação presente (Hab 3:17-19). O segredo dela esta no fato dela se apoiar na Esperança (aquilo que não se vê, não se pode pegar), todavia funciona como “âncora da alma” (Hb 6:19 ) – Esperança é a certeza da intervenção de Deus. É a convicção de que Deus é soberano e de que todas as coisas estão sob seu absoluto controle e todas as suas permissões e vontade são e concorrem para o meu bem (Rm 8:28).

Esta esperança que temos se fundamenta em dois pilares: a) As promessas de Deus: A Esperança só é esperança porque se apóia em promessas, do contrário não passaria de um mero desejo. Uma dessas promessas que poderia destacar é a de que estaria conosco todo o tempo (Sl 23; Hb 13:5); b) A Fidelidade de Deus (Hb 10:23 “Apeguemo-nos com firmeza a esperança que professamos, porque o que prometeu é fiel”); Deus não apenas prometeu, mas a  própria história do povo de Deus, da Igreja e de nossas vidas autenticam a fidelidade deste Deus em cumprir suas promessas (Josué 21:45)!

2-“Seja Paciente na Tribulação” – A palavra Paciente (gr. Upameno) significa: Não retirar-se ou fugir, não desistir diante das desgraças e provações; aguentar firme, resistir com coragem e confiança. A palavra tribulação (gr. Olipsis) que significa – ato de prensar, pressão, opressão, aflição, dilemas etc.

Fica claro que ser paciente nada tem a ver com cruzar os braços, mas enfrentar as batalhas encarando qualquer inimigo de frente. É não deixar se abater ou ser vencido pelas circunstâncias que nos oprimem, nos pressionam, nos colocam contra a parede.

tumblr_static_filename_640_v2

Convém lembrar que a Resistência do lado de fora é fruto da firmeza do lado de dentro. O grande desafio da tribulação é o poder que ela pode exercer dentro de mim (roubando a alegria, minando a esperança e consequentemente reduzindo nossa resistências e tornando nossas forças pequenas).

Assim, não deixe que nada roube sua alegria ou abale sua esperança em Deus, a fim de que você tenha força para permanecer firme no meio das tribulações.

Agora, a grande pergunta é: Como conseguir ter essas duas atitudes na vida? O próprio Paulo responde na “parte c” do versículo: “persevere (Proskartetheo –  Ser dedicado e fiel; perseverança nos desafios, ser constante) na oração.

3-“Persevere na Oração” – Quer ficar de pé diante das lutas? Quer permanecer firme e alegre no mesmo em meio às circunstâncias mais desaforáveis? Então não negligencie sua vida de oração. Ela é o segredo para você permanecer de pé!

A oração nos sintoniza em Deus (desloca nosso olhar e atenção para o céu); Ainda que não mude as circunstâncias, ela muda meu coração diante delas.

Aliás, a tua atitude, a maneira como você reage às lutas e tempestades da vida sempre evidenciarão como anda sua vida de oração.

Quem ora tem um ânimo diferente, tem um jeito diferente de ver a vida, de reagir aos problemas etc.

Ás vezes eu me pego pensando: “Por que nos desesperarmos se podemos orar” (Why to get in trouble IF we can pray)!

Conclusão: Diante das tempestades da vida: Apegue-se a oração, isto fortalecerá teu homem interior que se alegrará na esperança e te capacitará a encarar a tribulação e as pressões da vida com garra e persistência!!!

Que Deus nos abençoe!